segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Estrela que brilha sempre aparece

A resplandecente deusa que atende pelo nome de Hannah Dakota Fanning, uma de minhas paixões estava meio sumida dos holofotes e deste blogue também. Direito dela, que aproveitou o tempo livre para cuidar de sua vida. Mas ele se permitiu ser fotografada recentemente no aeroporto de Los Angeles, o LAX, cada vez mais linda e esbanjando felicidade. Dakota, eu é que fico feliz em te ver porque eu te amo. Vê se não some mais, pois a sua beleza ilumina qualquer ambiente!




domingo, 18 de agosto de 2013

Supercolante

Dakota Fanning apareceu com uma roupa bem justa que revela suas formas maravilhosas, mostrando que Fanning se torniu definitivaente, na maioridade, uma mulher ultra perfeita, de rosto e de corpo também (como vimos perfeitamente na rara sessão de biquini na gravação do filme). Deliciosa!






sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Check-up do cofrinho

A nossa querida Dakota esteve mais uma vez no aeroporto e fez a sua costumeira checagem e deixou aparecer um "cofrinho" de seu belo traseiro. Ela consegue ser delicada até mesmo em situações como essa.




terça-feira, 13 de agosto de 2013

Gostosa de suéter





Dakota apareceu assim toda encasacada. Deve estar frio. Mas cá para nós, ela é de derreter qualquer neve, pois dá para perceber suas belas formas mesmo com o suéter e essa toalhinha escondendo. Dakota é uma mulher quente.

segunda-feira, 5 de agosto de 2013

Dakota e seu gingado

A sempre maravilhosa Dakota estava em uma caminhada ao ar livre e foi fotografada em movimentos que... hummm... lembram um gingado, dando destaque a surpreendentes curvas que provam que a bela atriz é também uma das mais sexies do mundo, mesmo sem intenção de ser.


sexta-feira, 2 de agosto de 2013

A primeira vez ninguém nunca se esquece...

Dakota Fanning acaba de entrar para a lista das belas atrizes que são pegas em uma determinada posição que revela alguns detalhes que não deveriam ser revelados. Ainda bem que a Dake levou na esportiva e achou a maior graça, apesar do inevitável constrangimento. Ela está podendo. Finalmente.